ENCONTRO PAULISTA CONVIDA JOVENS PARA ENGAJAMENTO NO MOVIMENTO DA CONSERVAÇÃO VOLUNTÁRIA

 

 

Novembro/2017

 

ENCONTRO PAULISTA CONVIDA JOVENS PARA ENGAJAMENTO NO

MOVIMENTO DA CONSERVAÇÃO VOLUNTÁRIA

 

Com público esperado de 60 jovens, no próximo dia 10 de novembro acontecerá, no Sesc Bertioga, o workshop “O Jovem e a Conservação Voluntária” – voltado para jovens protagonistas no Estado de São Paulo na faixa etária aproximada de 18 a 32 anos.

 

Realizado pelos parceiros FREPESP, Fundação Florestal, Ecofuturo, WWF-Brasil e SESC SP, a ideia do encontro é sensibilizar jovens para a causa em prol da conservação da natureza e movimento das RPPNs Paulistas – que tem contexto brasileiro e até mesmo internacional.

 

Também, visa despertar o olhar em relação às oportunidades de negócio junto ao espírito empreendedor do jovem – e desenvolvimento sustentável a partir da conservação da biodiversidade.

 

Na parte da manhã a programação conta com atividades ao ar livre visando integrar o grupo e introduzir conceitos como Conservação da Biodiversidade, Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN, e Conservação Voluntária.

 

Além de um “quebra gelo” entre os participantes, acreditamos que a vivência levantará a percepção do público jovem sobre os diferentes ambientes (floresta, praia e restinga) em relação a sua preservação, e como o Homem vem usufruindo dos ambientes naturais  – que de certa forma acabam se estendendo nas cidades e seu dia a dia.

 

Após o almoço, a finalidade é convidar o jovem para fazer parte do Movimento da Conservação Voluntária. De modo geral, serão apresentados atores e atividades que acontecem e que aconteceram nos últimos anos do Movimento. E, por meio de uma dinâmica – que terá formato na metodologia “world café”, levantar informações que servirão como base no processo de construção para engajar os jovens nesta causa.

 

A questão da oportunidade de empreender e desenvolver-se como cidadão global – consciente das demandas do seu tempo, participativo, e incomodado a ponto de promover mudanças em suas localidades é o tom da iniciativa dos parceiros.

 

O JOVEM E A CONSERVAÇÃO VOLUNTÁRIA. Esta é uma reflexão que desponta e vem ganhando adeptos na discussão – tanto em nível estadual como nacional do Movimento, já que há um crescimento no número de RPPNs – ao mesmo tempo que as mais antigas acompanham o inevitável envelhecimento de seus instituidores, outras não possuem herdeiros ou, também, interessados em perpetuar a gestão da RPPN.

 

É neste sentido que o consultor ambiental e Mestre em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável, Flávio Ojidos, pontua e avalia a situação em seu trabalho “CONSERVAÇÃO EM CICLO CONTÍNUO: Modelo de gestão para financiamento de Reserva Particular do Patrimônio Natural, IPÊ, 2017, como no trecho abaixo:

 

No âmbito das associações estaduais e mesmo em nível nacional, não temos percebido uma renovação dos quadros, com o ingresso dos jovens, herdeiros de RPPNistas, interessados em atuar, conhecer melhor o movimento e assumir as rédeas do compromisso firmado pelos seus pais.

Essa realidade é preocupante, já que um dos pontos mais fortes da RPPN é justamente o fato de que sua criação nasce do desejo do seu instituidor. Quando esse falece, se não houver a mesma motivação de “cuidado” no herdeiro, corremos o risco de presenciarmos RPPNs de papel dentro de alguns anos.” 

 

Desta forma, mais que herdeiros interessados na conservação da natureza, o movimento busca incentivos, parcerias/cooperação e inovação para desenvolver e concretizar a melhor gestão das Reservas Ecológicas Particulares. Entendendo que casos de sucesso são ótimos para a conservação da biodiversidade, além de fomentar a criação de novas RPPNs.

 

Com a colaboração e expertise de nossos parceiros, o encontro tem a ambição de ser o piloto no engajamento dos jovens na tônica da conservação voluntária junto ao desenvolvimento sustentável – partindo do pensamento global e ação local! O famoso “glocal”!

 

Provocar para as possibilidades da melhor gestão das unidades de conservação particulares juntamente às possibilidades do que é possível fazer para manter esse movimento vivo e se desenvolvendo.

Seja bem-vinda, seja bem-vindo!

 

O Jovem e a Conservacao_10nov_Parceria

 

____________________

Comunicação FREPESP

 

 

Comments are closed.